RELATO DE FÁBIO HIDEKI HARANO SOBRE UM ACONTECIMENTO DE 30/07/2015

Ontem à noite, rumo à reunião do Núcleo São Paulo da Auditoria Cidadã da Dívida ( https://www.facebook.com/events/1813221288904396 ) vi de longe na rua Galvão Bueno um imbecil orgulhosamente quebrando uma lixeira pública.

Um tanto mais perto, gritei para ele, bem irônico, algo assim: “Da hora, né? Muito bonito, heim!”

Sem entender a ironia, o sujeito se mostou bem envaidecido e, sentindo-se elogiado, replicou algo como: “É isso aí! É nóis!”

Continuei: “Cara, a lixeira é uma das coisas boas do governo e você vai lá e quebra! É um OTÁRIO mesmo! Que MERDA!”

O imbecil ficou espantado e começou a me xingar, gritando para eu cuidar da minha vida.

Prossegui com o meu papo, em alto e bom tom: “VOCÊ SABE QUE ESTÁ ERRADO! OTÁRIO!”

rua Galvão Buenohttps://www.flickr.com/photos/paulisson_miura/11656157136
A fotografia é bonita, mas QUANTO LIXO NA RUA, NÃO?

E, percebendo que

Leia mais

Hoje, 26/06/2015, foi publicada a sentença do processo criminal – e criminoso, ilegal, persecutório – contra Fábio Hideki Harano e Rafael Marques Lusvarghi. Ainda bem, ambos foram absolvidos de todas as acusações!

Sendo considerados inocentes, continuam como réus primários, com a ficha criminal limpa, sem carregar a sujeira das acusações calhordas de que foram alvo. A sentença completa pode ser lida em http://esaj.tjsp.jus.br/cpo/pg/show.do?processo.codigo=1E001QHTS0000&processo.foro=50 .

Todavia, o Ministério Público do estado de São Paulo ainda pode recorrer da decisão, fazendo uso de segunda instância – ou seja, o Tribunal de Justiça do estado de São Paulo. Assim, não é ainda momento para completo alívio!

meme-absolvicao

O Ministério Público do estado de São Paulo, a Polícia Civil (mais especificamente o DEIC – Departamento Estadual de Investigações Criminais)

Leia mais

A nota a seguir foi publicada no boletim de número 39 do ano de 2015 do Sindicato de Trabalhadores da USP, do qual Fábio Hideki Harano é diretor de base.

INFORME SOBRE A AUDIÊNCIA CRIMINAL DE FÁBIO HIDEKI

Em 07/05/2015, quinta-feira, aconteceu a segunda audiência do processo criminal contra Fábio Hideki Harano. Lembrando que tanto a prisão em flagrante, quanto este processo são farsas jurídicas grosseiras, que buscam apenas impedir o livre exercício do direito de manifestação, relembrando os métodos nefastos da famigerada ditadura militar que assombrou o país.

O primeiro testemunho foi de Douglas Dias Torres, delegado do Deic e última testemunha de acusação. Não só Douglas, mas todas as testemunhas de acusação são policiais – com depoimentos cheios de contradições.

Depois foi a vez das testemunhas de defesa falarem. Por fim, foi ouvido o réu Fábio Hideki Harano.

O processo não entrou na fase de debates e julgamento porque a defesa de Rafael Marques

Leia mais

Em breve acontecerá a segunda audiência do processo criminoso movido pelo estado paulista contra Fábio Hideki Harano!

A segunda audiência está marcada para 07/05/2015, quinta-feira, às 14h, no mesmo local da primeira: 10ª Vara Criminal (1º piso, sala 1-155) do Fórum Criminal da Barra Funda, na avenida Abraão Ribeiro, 313, CEP 01133-020, São Paulo – SP, telefone 2127 9019.

Essa e outras movimentações do processo podem ser vistas em http://esaj.tjsp.jus.br/cpo/pg/open.do  , com busca pelo pelo processo 0054326-66.2014.8.26.0050.

charge-2a-audiencia

A audiência será para ouvir a única testemunha de acusação faltante, o delegado Douglas Dias Torres do DEIC, além das testemunhas de defesa de ambos os réus, os próprios acusados, debates e julgamentos – se houver tempo hábil para tudo. Para quem quiser acompanhar de perto a audiência, é importante chegar com antecedência por conta da fila para entrar no fórum.

<a style="color

Leia mais

A primeira audiência do processo criminoso movido pelo estado paulista contra Fábio Hideki Harano aconteceu na tarde de 26/02/2015, com numerosos depoimentos, apenas das testemunhas de acusação e recheados de contradições!

A próxima audiência, para oitiva das demais testemunhas, debates e julgamento, está marcada para 07/05/2015, quinta-feira, às 14h.

O local é o mesmo: 10ª Vara Criminal (1º piso, sala 1-155) do Fórum Criminal da Barra Funda, na avenida Abraão Ribeiro, 313, CEP 01133-020, São Paulo – SP, telefone 2127 9019.

 1a Audiência de Hideki no fórum da Barra Funda

Antes da audiência ter inicio, o GAPP – Grupo de Apoio ao Protesto Popular e a Artigo 19 se fizeram presentes, mas foram impedidos de entrar na 10ª Vara.

Também compareceu Luis Rodrigues, advogado e amigo de Hideki, que o defendeu no DEIC, horas após o acusado ter sido preso ilegalmente e torturado. Diferente do que foi aplicado ao GAPP e à Artigo 19, o companheiro pôde adentrar a 10ª Vara mas não se fez presente na sala 1-155.

11

Leia mais

A política de criminalização dos movimentos sociais promovida pelo poder público, por setores da mídia e executada pelo judiciário e pelas PMs, continua ativa, à frente de um legado de processos mal-redigidos, acusações ridículas, injustiças escandalosas e juízes preconceituosos.

presos rj

No Rio de Janeiro o julgamento coletivo dos 23 ativistas que sofrem diversas acusações prossegue, com audiências marcadas por protestos contra os diversos furos e arbítrios nos processos. Três desses ativistas, Elisa Quadros, a Sininho; Karlayne Moraes, a Moa; e Igor Mendes, estavam em liberdade provisória mas receberam mandato de prisão preventiva por não terem cumprido uma determinação autoritária e digna dos anos de chumbo – a de não participarem de manifestações públicas! Sininho e Moa não se entregaram aos agentes da repressão e estão vivendo na clandestinidade, enquanto Igor Mendes segue preso.

Também estão presos mais dois dos 23, Fábio Raposo e Caio Silva, acusados

Leia mais

Mesmo com tantas sujeiras, o processo criminal – e criminoso – ainda pode resultar em absurda condenação!

Hideki praça elis regina

Conforme noticiado aqui, a primeira audiência está chegando! Será em 26/02/2015, quinta-feira, às 14h, na 10ª Vara Criminal (1º piso, sala 1-155) do Fórum Criminal da Barra Funda: avenida Abraão Ribeiro, 313, CEP 01133-020,  São Paulo – SP, telefone 21279019.

A audiência não será amplamente aberta ao grande público, e é importante acompanhar de perto os desdobramentos do processo, no qual Fábio Hideki continua respondendo por desobediência, incitação ao crime e associação criminosa (vulgo formação de quadrilha) – como informado anteriormente aqui.

O processo, como se pode verificar em muitas publicações anteriores está cheio de erros grosseiros. Nesta primeira audiência serão ouvidas apenas as testemunhas de acusação:

– Douglas Dias Torres; – Rafael Adami Schiavinato; – Danilo Baptista Scapulatiello; – Marcos Zavam Peres; – Rodrigo Luiz Amaral Apollonio; – Silvio Paulo Borelli Barboza; – Luiz Cesar Milani Bernardi; – Edson Garnica Mota; – Macoot da Silva Ribas; – Clayton Fogarolli da Silva; – Vagner Alves de Almeida; – Rafael Gonçalves de Lima.

Curiosamente, <span class="author-g-yl1sez122z5eoaoph589

Leia mais

Na tarde de 26 de fevereiro, 5ª-feira, acontece a primeira audiência do processo criminal – e criminoso – contra Hideki!

Serão ouvidas apenas as doze testemunhas de acusação. Tendo em vista tanta sujeira que salta aos olhos, é preciso observar atentamente. Nada está garantido!

corte_audiencia_wide

Reforçando, a audiência será:

Quando? Às 14h de 26/02/2015.
Onde? 10ª Vara Criminal (1º piso, sala 1-155) do Fórum Criminal da Barra Funda

Avenida Abraão Ribeiro, 313, CEP 01133-020,  São Paulo – SP, telefone 21279019.

Ao longo da semana traremos mais informações em liberdadeparahideki.org e www.fb.com/liberdadeparahideki !

Libertem nossos presos!

Lutar não é crime!

Corredor do presídio de Tremembé, onde Hideki esteve preso com A.R.

Corredor do Pavilhão I da Penitenciária II de Tremembé, onde Hideki e A.R. caminhavam.

“Conheço bem o Fábio (“Japonês”, “Japa”), fiquei 25 dias dormindo do lado dele em um cela de 1,96 m x 3,00 m, com um total de três pessoas, onde deveria ter só uma.

Fiquei muitos anos preso por força de um processo fraudulento e nulo e no dia 07 de agosto consegui anulá-lo e estou livre. Saí junto com o Japa e o que tenho para falar dele é que, mesmo não concordando com muitas de suas ideias, o que gerou no interior da cela vários debates calorosos sobre política, religião et cetera, é que ele é um cara bom. Eu o apoio, pois sei que no caso dele não houve violência, ele não é violento.

Durante anos conheci caras violentos e o Japa com certeza não é (eu só não apoio greve no Metrô: catraca livre, né, Japa?). As políticas sociais que ele defende beneficiam a todos, nunca fui a uma passeata e talvez nem vá, mas depois que conheci o Japa, quero descobrir o que fazer para melhorar este país, e não vai ser só com votos.”

&#8211

Leia mais

Além de pontos já abordados em outras matérias jornalísticas, esta nova entrevista fala de boicote da televisão aberta ao apoio dado a Fábio Hideki Harano, política de terror, medo e armações que consideram a vítima culpada de antemão.

Seguem trechos da entrevista feita por CarlosCarlos para a TVT.

“A ideia é uma prática do terror para mostrar que “os próximos podem ser vocês”.”

“Lá na cadeia a grande fonte de informação é a televisão aberta. Muita gente me falava: “Pô, Japonês! Seus amigos te abandonaram! Não estão fazendo nada para te ajudar!””

“Quando umas pessoas falam aí para mim “é, você aprendeu, né?”, eu  falo: “Aprendi a não ser covarde.” Eu sei que alguém tem que fazer  alguma coisa. E não vai ser jogando videogame o dia inteiro, só vendo

Leia mais